Mona Lisa, 2001
Centro Cultural São Paulo,
São Paulo
Fotos: Nelson Kon

lv_01_monalisa_01.jpg
lv_01_monalisa_02.jpg
lv_01_monalisa_03.jpg
lv_01_monalisa_04.jpg
lv_01_monalisa_05.jpg

O molde foi feito em vidro a partir da remota lembrança das brin­cadeiras infantis em que utilizávamos bacias de alumínio de lavar roupa, e com as quais fazíamos o mundo girar no quintal. O diâmetro do molde foi reduzido em relação ao projeto inicial, por ser impossível soprar o vidro para uma peça de um metro. Assim, as bacias ficaram com sessenta centímetros. As resistências elétricas, produzidas em cobre, foram desenhadas especialmente para a instalação. Encaixavam em algumas das sessenta bacias que, quando aquecidas, evaporavam a água, que tinha de ser reposta diariamente. Tubos de cobre eram condutos por onde passavam os fios elétricos e ao mesmo tempo, possíveis desenhos no ar.